Página Inicial

 

 
PET'S SHOP
FAÇA SUA LOJA
PET ID
ADOTE UM PET
ACHADOS  PERDIDOS
PET MATRIMONIAL
PET TRAVEL
EVENTOS
CLUBE PETFRIENDS
PET'S E FAMOSOS
EXÓTICOS CURIOSOS
CONTOS  HISTORIAS
OPINIÕES PET'S
CAMPEÕES 
TV PET FRIENDS
ENCONTROS
ASTROLOGIA
CONSULTA ON-LINE
MUNDO VETERINÁRIO
FÓRUM
ONDE ESTAMOS
CHAT VET
FAÇA SEU SITE
CÃES
GATOS
PEIXES
AVES
RÉPTEIS
OUTROS
POSTAIS ON-LINE
JOGOS
PET'S FAMOSOS
PARA COLORIR

Um cão alegre, disposto, alerta e desconfiado com estranhos

O Fox Paulistinha tornou-se um cão muito popular no Brasil por ser extremamente inteligente, valente, com muita resistência física, ágil e veloz, ótimo cão de guarda e alarme, sendo também muito leal e dedicado ao dono. Ele é alegre, disposto, alerta, e apesar de carinhoso com o dono e familiares, é bastante desconfiado com estranhos.

O Terrier Brasileiro não é de ficar muito parado e tem movimentação saltitante, solta, com passadas curtas e rápidas, que são características da raça.

A pelagem é curta, lisa, de textura fina e colada ao corpo. A cor é predominante branco, com marcações em preto e ou marrom.

Na aparência geral o Terrier Brasileiro é um cão de porte pequeno, harmônico, de formas curvilíneas, com ossatura firme, mas não pesada. A cauda é geralmente amputada. A cabeça é muito expressiva, com focinho afilado e orelhas inseridas altas e dobradas para frente.

Origem e História

O Terrier Brasileiro, mais conhecido como Fox Paulistinha tem sua origem nos diversos Fox trazidos da Europa no começo do século XX.

Mas, segundo os diversos criadores e pesquisadores brasileiros que foram responsáveis pela fixação do padrão e reconhecimento da raça, a história do terrier brasileiro começa um pouco antes, no início do século XIX, com a chegada da Corte de Portugal ao Brasil.

Os portugueses utilizavam pequenos cães, exímios caçadores de ratos, que eram cruzas de Jack Russell Terrier e Fox Terrier de Pêlo Liso. Foi a partir desses exemplares, com o acréscimo já citado de vários Fox, que se deu o desenvolvimento da raça.

A primeira tentativa de reconhecimento ocorreu em 1964, mas em função no número muito baixo de registros o processo todo foi cancelado. Apenas em 1994 o Terrier Brasileiro foi reconhecido junto à Fédération Cynologique Internationale, que fica na Suíça, e daí em diante por vários Kennels.

Copyright© 2003 PetFriends. Todos direitos reservados. All rights reserved
1