Página Inicial

 

 
PET'S SHOP
FAÇA SUA LOJA
PET ID
ADOTE UM PET
ACHADOS  PERDIDOS
PET MATRIMONIAL
PET TRAVEL
EVENTOS
CLUBE PETFRIENDS
PET'S E FAMOSOS
EXÓTICOS CURIOSOS
CONTOS  HISTORIAS
OPINIÕES PET'S
CAMPEÕES 
TV PET FRIENDS
ENCONTROS
ASTROLOGIA
CONSULTA ON-LINE
MUNDO VETERINÁRIO
FÓRUM
ONDE ESTAMOS
CHAT VET
FAÇA SEU SITE
CÃES
GATOS
PEIXES
AVES
RÉPTEIS
OUTROS
POSTAIS ON-LINE
JOGOS
PET'S FAMOSOS
PARA COLORIR

Companheiro da família e ótimo cão de guarda

Com uma beleza que intimida devido ao seu porte físico, o Dogo Argentino é mais do que um excelente cão de guarda e defesa, pois é também um ótimo companheiro da família. Sua paciência com crianças é digna de elogios. Extremamente apegado ao dono, exige carinho e contato físico. Essa boa relação oferece a esse cão a confiança necessária para que ele exerça sua postura de guardião.

Origem e História

O Dogo Argentino é produto do esforço pessoal de uma amante dos cães e da caça: o Dr. Antonio Nores Martinez. Membro de uma respeitável família da província de Córdoba, dedicou anos de sua vida à criação de uma raça que atendesse suas expectativas em relação à caça e a companhia. Ele desejava um cão robusto, forte, resistente, fiel, obediente e de rara beleza.

No ano de 1928, após sucessivos cruzamentos planejados cuidadosamente por seu criador surgiu essa excelente raça guardiã. O Dogo Argentino foi reconhecida pelas associações cinófilas argentinas em 1964 e obteve seu registro pela FCI em 1973, sendo então reconhecido como a única raça de origem argentina.

Sua formação baseia-se no Bull Terrier, Mastim Espanhol e Bulldog Inglês, buscando com estas linhas de sangue estabelecer uma raça apta para a caça pesada de javalis, pumas, raposas, etc. Mas, além dessas características, procurou-se adapta-lo às condições de terreno do país, bastante diferentes das encontradas na Europa.

Para melhoria da raça, que deveria ser um mateiro silencioso (para não alertar a caça), ter capacidade para farejar no alto e muita agilidade, foram feitas mais intervenções pelos irmãos Martinez, através de diversas cruzas com Boxer, Dinamarquês, Mastim dos Pirineus, Mastim, Dogue de Bordeaux, Pointer e Galgo Irlandês, em diferentes proporções, até atingir as características da raça atual. Desta forma chegou-se a um cão fiel, amigo, tolerante com as crianças, dócil mas bom cão de guarda além de excelente para caça grossa.

Ativo, precisa de espaços grandes onde possa correr e gastar toda esta energia e exercitar sua musculatura. Alguns dos problemas de saúde que esta raça pode apresentar estão relacionados à sua coloração branca. Sua pelagem é curta, lisa, grossa e lustrosa devendo ser totalmente branca.

 

 

inicio l quem somos l cadastre-se l contato
Copyright© 2000 PetFriends. Todos direitos reservados. All rights reserved
1