Página Inicial

 

 
PET'S SHOP
FAÇA SUA LOJA
PET ID
ADOTE UM PET
ACHADOS  PERDIDOS
PET MATRIMONIAL
PET TRAVEL
EVENTOS
CLUBE PETFRIENDS
PET'S E FAMOSOS
EXÓTICOS CURIOSOS
CONTOS  HISTORIAS
OPINIÕES PET'S
CAMPEÕES 
TV PET FRIENDS
ENCONTROS
ASTROLOGIA
CONSULTA ON-LINE
MUNDO VETERINÁRIO
FÓRUM
ONDE ESTAMOS
CHAT VET
FAÇA SEU SITE
CÃES
GATOS
PEIXES
AVES
RÉPTEIS
OUTROS
POSTAIS ON-LINE
JOGOS
PET'S FAMOSOS
PARA COLORIR

Uma vistosa ave que cativa

A cacatua é uma ave exótica capaz de imitar a fala humana e fazer acrobacias. Muito ativa e elegante, ela está a cada dia conquistando espaço como companheira de estimação. 

O que verdadeiramente faz da cacatua uma espécie diferente é a sua crista charmosa e imponente. De grande porte (pode chegar a 70cm!), esta ave necessita de espaço, e os gaiolões individuais podem ser uma boa alternativa. A crista é erguida ou abaixada quando a ave está excitada ou alarmada. Em algumas, a plumagem é especialmente vistosa.

A cacatua deve sempre se manter ocupada com coisas para bicar e mastigar, como poleiros e brinquedos de madeira, ossos de couro de boi e alimentos de "difícil acesso", como nozes, sementes, castanhas, vagens entre outros.

É aconselhável se ter um casal. Se for mais de um par, devem ser mantidos distantes, pois costumam se agredir causando ferimentos e até a morte.

Dependendo da espécie, a cacatua pode ter mais facilidade em aprender a falar, a ser barulhenta e há aquelas que são mais apegadas ao dono que não admitem ser manipuladas por outras pessoas.

Algumas espécies se alimentam exclusivamente nas árvores e outras também no chão. Costumam comer sementes, frutas, verduras e legumes. Por dia, esta ave deve comer de 150 a 200g de mistura composta de girassol (10%), milho verde cru (40%) e grãos (50%) e mais 150 a 200g de frutas com casca, verduras com o talo (excluir alface que causa diarréia) e legumes, tudo sempre picado. 

Acrescentar ração industrializada canina (20g), três vezes por semana também faz parte da alimentação. Na procriação, a cacatua deve comer semente e grão germinados, que têm mais vitaminas. 

A cacatua faz seu ninho nos ocos das árvores. Por adorar água, tem o hábito de bater as asas durante a chuva ou esvoaçar entre a folhagem molhada depois da tempestade. Emite um peculiar silvo quando contente ou ameaçada.

Se tratada com os devidos cuidados pode viver muito.  Chega a durar de 40 a 80 anos. Por isso, antes de comprar, lembre-se que a escolhida poderá passar o resto da vida em sua companhia.

A partir dos quatro anos a cacatua está pronta para a reprodução que acontece em geral, de outubro a março. Ela põe de dois a cinco ovos por postura e os incuba por cerca de 30 dias. O macho ajuda a chocar e a alimentar os filhotes.

Os filhotes comem sozinhos a partir dos quatro meses, em média.  Alimentá-los na mão a cada 2 horas é bom para torná-los mansos.

As instalações devem sempre estar limpas pois a cacatua é propensa a doenças respiratórias. As correntes de ar precisam ser evitadas. 

Importação: é preciso licença do país exportador e do Ibama (tel.: (061)316-1169, Divisão de Fauna e Flora, Brasília).

Origem e História

Na Europa e especialmente nos EUA, onde a cacatua é reproduzida em cativeiro há anos, já se tornou bem popular, sendo os norte-americanos um dos maiores exportadores. Nestes países, há brinquedos e gaiolonas sofisticadas especialmente fabricadas para ela, diversas publicações e vídeos sobre sua criação que ensinam a amansá-la e a fazer truques como andar de patins, pegar objetos etc. 

No Brasil, o fenômeno Cacatua ainda não decolou. A reprodução é obtida apenas por alguns criadores e zoológicos. As disponíveis nas lojas comumente são importadas. Muitas delas vêm de criadouros estrangeiros, onde se procria a maioria das espécies. As pegas na natureza (Indonésia e Austrália) são controladas por legislação protecionista. 

O nome Cacatua vem do malaio Kakatua, que significa Papagaio Grande (em inglês, Cockatoo), pois o porte dela pode atingir de 30 a 70 cm de comprimento.

inicio l quem somos l cadastre-se l contato
Copyright© 2000 PetFriends. Todos direitos reservados. All rights reserved
1